Circuito Conesul de Vela de Oceano en Porto Alegre, Brasil para Cést la vie VI


© Ricardo Pedebos/Divulgação VDS

Fuente info VDS

Barco C’est la vie VI venceu o Circuito Conesul de Vela de Oceano

A competição iniciou no dia 15 e terminou neste fim de semana em Porto Alegre após seis regatas realizadas no rio Guaíba e Lagoa dos Patos.

O 21º Circuito Conesul de Vela de Oceano chegou ao final depois de seis regatas realizadas pelo Veleiros do Sul. O título na classe RGS A ficou com o barco C’est la Vie, de Henrique Dias, que venceu de maneira invicta a competição. Na classe RGS B o vencedor foi o Hawa C, de Marcelo Bernd. Na Microtoner 19 deu o Thoa Thoa, de Carmen Sprinz.

O comandante Henrique Dias, do Veleiros do Sul, teve muita coisa para comemorar neste ano. Ele tornou-se tricampeão do Troféu Seival (2005, 2010 e 2012), e do Circuito Conesul (2004, 2011 e 2012). Além disso, venceu as seis regatas de percursos variados, disputadas durante a semana.

“O barco estava bem preparado e com medição correta na RGS A. Mas também acertamos as táticas desde o começo da competição, andamos com velocidade acima da média em todos os percursos e próximos dos barcos maiores. E contei com o entrosamento de uma tripulação composta por velejadores experientes”, disse o comandante, que teve a bordo Vilnei Goldmeier, Rodolfo Streibel, Frederico Sidou, Isak Radin e Alexis Kneibel.

Regatas Longas — O Circuito encerrou com as disputas das regatas longas, as de maior peso na competição, que largaram neste sábado às 11h27min, atrás do Centro Cultural Usina do Gasômetro, zona central da Cidade. O 42º Troféu Seival, destinado apenas para os barcos das classes RGS A e Bico de Proa, o percurso era de 70 milhas de distância.
No tempo corrigido da regata Seival a vitória foi para o C’est la vie VI, que fez a marca de 8h55min11s de prova. O barco Crioula, um S40, de Renato Plass, levou a Taça Xodó por ter sido o primeiro a cruzar a linha de chegada, próxima a Ilha das Pedras Brancas no Guaíba, às 20h08min40s de sábado. Ele foi o vencedor do Bico de Proa.

Na 23ª Regata Farroupilha para barcos da RGS B, com percurso de 42 milhas de distância, a vitória foi do Abaquar, de Fernando Foernges. Ele obteve o tempo corrigido de 6h25min22s. O Hawa C retirou-se da regata porque estava com motor ligado durante o procedimento de largada, mas mesmo assim o título na RGS B ficou com Marcelo Bernd, Clube dos Jangadeiros, pela soma de pontos no Circuito. E na classe Microtoner 19 o barco 14 Bis, de Humberto Blattner, do Sava Clube, ficou em primeiro lugar na regata.
O Circuito Conesul ainda teve a participação da classe J/24 que encerrou suas regatas na última quinta-feira. O vencedor foi o Tango, de Boris Ostergren. No Circuito competiram 44 barcos em cinco classes.

Deja un comentario

Puedes usar las siguientes etiquetas y atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


dos + = 11